Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011

# 10

O gordo com um destino de blogger (não estou a falar do maradona), apesar da palpável subida de tom e ligeira engrossada na voz, não parece estar muito à vontade com o fato de que a verdade, como todos os demais valores humanos, pode ser chutada na cara indefinidamente.

Mas, mesmo que este fracasso circunstancial não comprometa nem ponha diante do homem um sinal de menos, pode ainda se manifestar com um chiste de alcance limitado em mais um post profundo e retroactivo, perdido na imensidade da internet.

O mais peor às 08:21
link do post | comentar
13 comentários:
De mr.mcako a 16 de Fevereiro de 2011 às 22:31
chispe escreve-se com pê de pato. de resto está tudo correcto em relação ao gordo.


De O mais peor a 16 de Fevereiro de 2011 às 22:58
Eu tinha isto em mente, mcako:

http://pt.wiktionary.org/wiki/chiste


De mr.mcako a 16 de Fevereiro de 2011 às 23:31
eu calculei que sim, mas só quis brincar com os gordos e as chispalhadas e palavras parónimas e isso e agora estou para aqui a justificar-me a esta hora. merda para as redes sociais.


De O mais peor a 17 de Fevereiro de 2011 às 00:14
Ok, ninguém está livre. Por mais que me repreenda, por mais que me prometa, sei bem que voltarei a dormir em pé (como um cavalo, percebe?) diante de uma multidão de planilhas do Excel.


De visitante casual a 16 de Fevereiro de 2011 às 00:16
o teu I.P.* é muito maior que o do maradona

*índice de paneleirisse


De és a 15 de Fevereiro de 2011 às 18:18
um escroto persuasivo.


De sissi a 15 de Fevereiro de 2011 às 20:37
que interessa se o mais peor é o maradona, a minha tia ou o vizinho do lado? o que interessa é que o dito tem muito wit.


De valentinus a 15 de Fevereiro de 2011 às 09:15
por razões óbvias, não deves ter namorada, pá.


De Laerte a 15 de Fevereiro de 2011 às 08:25
andam dizendo que tu és o maradona. és?


De Vincent Poursan a 14 de Fevereiro de 2011 às 22:19
Meu caro… no teu discurso… a relação entre a forma rebarbativa, o conteúdo provocador, a ortografia desalinhada, a sintaxe recriada e o sotaque acaralhado… é um portentoso absurdo…sabes que nós sabemos que não nos enganas … vá lá… talvez 2 ou 3… por isso deixa-te de merdas e poupa-te ao esforço de torceres aleatoriamente a ortografia e apaneleirar a sintaxe… como já o estás a fazer neste post!!!
(Adicionei aos favoritos)


De Vai tomar o laxante meu cabresto a 15 de Fevereiro de 2011 às 02:14
deixa-te de mijar nascaixas de comentários e faz o que aconselhas, um blog próprio


De Vincent Poursan a 15 de Fevereiro de 2011 às 11:40
Tens a resposta no outro blog


De Hórus a 15 de Fevereiro de 2011 às 03:03
Os mistérios do egipto não estão perdidos, encontram-se escondidos no mundo imaginal.
O acesso a eles dá-se através dum processo iniciático, que abre em nós as portas dos sentidos interiores: a olhos que veem e a orelhas que ouvem, vaginas que pressentem.
Era desse caminho iniciático do qual as piramides ainda hoje nos falam. O Vicent Pursan assumiu durante a sua peregrinação a atitude correcta em termos de devida veneração e respeito por um património espiritual que, devido à sua gingantesca dimensão, continua sendo único na história da humanidade.
Obrigado pelo seu depoimento.


Comentar post